Curso de Medicina Veterinária será avaliado por especialistas

Todos os cursos de graduação em funcionamento no Brasil passam por avaliações periódicas, que são conduzidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) do Ministério da Educação (Mec). Essas avaliações, além de produzirem indicadores responsáveis pela regulamentação dos cursos, garantem a transparência dos dados sobre a qualidade da educação superior a toda sociedade.

Assim, o Inep desenvolve duas formas de avaliação: o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e as avaliações in loco realizadas pelas comissões de especialistas. Elas acontecem quando um curso precisa de autorização para funcionar, quando necessita ser reconhecido pelo Mec ou na ocasião de uma renovação de reconhecimento. Saiba mais aqui.

E é com o objetivo de renovação de reconhecimento que especialistas estão visitando, de 17 a 19 de agosto, as instalações disponíveis para o funcionamento do curso de Medicina Veterinária do Campus da UFPA em Castanhal.

“Na avaliação in loco existem três momentos: nós avaliamos alunos, docentes e infraestrutura. Nós procuramos fazer uma fotografia da realidade do curso e ser o mais isento possível de questões pessoais”, destaca o professor Alan Peres (Unesp/Ilha Solteira), um dos avaliadores designados pelo Mec.

O professor Rodolfo Berber, da UFMT de Sinope, também está atuando na avaliação do curso de Medicina Veterinária. Ele dá explicações sobre a nota que pode ser atribuída.

“É gerado um formulário com uma nota que vai até 5, sendo que o conceito 3 é satisfatório para o curso se manter aberto”.

O curso de Veterinária em Castanhal já tem 17 anos de existência e foi avaliado pela primeira vez em 2006. O diretor do Instituto de Medicina Veterinária, professor Gustavo Góes Cavalcante, acredita que a avaliação será satisfatória.

“Essa é a segunda avaliação pela qual nós passamos e as perspectivas são bastante positivas, pois quando comparamos com a avaliação passada, vemos que a nossa estrutura aumentou em mais de dez vezes, o corpo docente mais que duplicou e o corpo discente também aumentou consideravelmente”.

Quem também está acompanhando o trabalho dos avaliadores é a professora Clarice Melo, Diretora de Desenvolvimento de Ensino da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação da Universidade Federal do Pará (Proeg/UFPA). Ela fala sobre as ações da Proeg nesse cenário de avaliação.

“O papel da Proeg é acompanhar esse trabalho, a fim de que possamos perceber qual é a visão dos avaliadores e, obviamente, ajudarmos a coordenação do curso de Veterinária no fornecimento dos dados que forem solicitados”.

A previsão é de que o resultado final da avaliação seja divulgado somente após 30 dias da visita dos especialistas. A divulgação oficial é feita no site do INEP, que é o canal do Ministério da Educação para esse tipo de comunicação.

Texto e fotos: Paula Lopes – Ascom UFPA/Castanhal

Additional information